quinta-feira, 13 de junho de 2013

Querer avançar e os outros, os tais, não deixam.




Francisco Moita Flores está a escrever uma série que conta a história de
crianças desaparecidas e que deverá estrear, na SIC, a 3 de Maio de 2009,
dia que marca o segundo aniversário do caso Maddie McCann.
"A série de seis episódios centra-se numa Brigada de Homicídios que
procura crianças desaparecidas, entre elas uma menina que desapareceu
numa praia e que se inspira nocaso de Maddie McCann, mas não é
exactamente a mesma história, até porque não tive acesso ao processo e
apenas ao muito que se relatou nos órgãos de Comunicação Social ", adianta
Moita Flores.
Quanto as pistas sobre os casos que está a escrever, o criminalista e
presidente da Câmara de Santarém refere que "são, por enquanto, um
segredo bem guardado".
Francisco Moita Flores já tem delineadas as várias histórias que pretende
exibir no próximo ano na SIC. Mas como só tem de "entregar os guiões até
ao fim do ano", as gravações deverão começar apenas nos primeiros meses
de 2009.
Cada um dos seis episódios relata uma história baseada em casos da vida.
"Aliás, costumo escrever sobre factos reais, como aconteceu com ʻBallet
Roseʼ, ʻAlves dos Reisʼ , ʻCapitão Robyʼ e ʻO Processo dos Távorasʼ séries já
exibidas na SIC e na RTP 1", conclui.