quarta-feira, 14 de março de 2012

Burlão do satélite em paz.

Burlão do satélite







Este caso é também feito de mentiras e enganos, sobretudo de gente que se quis aproveitar da desgraça alheia. Kevin Halligen, 50 anos, natural de Dublin, gabava-se de ter contactos com gente importante da espionagem e de ter acesso a imagens de satélite que poderiam esclarecer de que forma Madeleine foi levada do seu quarto. recebeu  o dinheiro , só mostrou imagens do google Earth e viveu à grande. Convenceu os McCann, que lhe pagaram mais de 600 mil euros provenientes do fundo criado para procurar a filha.
Enviar um comentário