sexta-feira, 9 de março de 2012

Andam cheios de medo. Tal é o peso !

R: A decisão desse Primeiro Ministro tem sido deturpada. O casal McCann tem falado numa reavaliação dos " avistamentos" da criança. Mas o que está a acontecer é que a Scotland Yard, nomeada para reavaliar toda a investigação, tem colocado de lado os pseudo-avistamentos centrando-se no processo que se encontra arquivado. Os elementos da Scotland Yard têm estado a trabalhar com uma equipa de investigação do Porto ( Porto porque o Algarve e Lisboa já tinham estado envolvidos) , e o que se sabe é que a "coisa" não está a correr muito bem para o lado dos McCann. 



O advogado do casal McCann, Rogério Alves, diz que se o processo não reaberto, os pais de Maddie estão tranquilos

    Claro,entendo. Caso reaberto é o que eles nunca quiseram .



    http://mariacpois.blogspot.com/2012/03/ga-entrevista.html
    http://textusa.blogspot.com/2012/03/scraping-bottom.html


     Advogado português da família McCann diz que "o assunto não está encerrado".

    09-03-2012 0:59

    A Polícia Judiciária (PJ) do Porto e Scotland Yard reabrem caso Maddie, avança o "Jornal de Notícias."
    "Polícias não desistem da procura de novas pistas", adianta o diário, na primeira página da edição desta sexta-feira.
    À Renascença, Rogério Alves, advogado dos pais de Madeleine McCann, diz que o assunto não está encerrado. Perante novas pistas o processo pode ser reaberto, afirma.

"O assunto não está encerrado. O processo criminal foi encerrado com o arquivamento, mas o assunto não está encerrado, porque continua a não se saber o que aconteceu à Madeleine, quem é que a terá raptado, o que terá efectivamente ocorrido. Enquanto isso não for descoberto, a polícia pode sempre retomar uma investigação e essa investigação é que poderá reabrir o processo no Ministério Público."

Segundo Rogério Alves, "o que aconteceu agora é que algumas das informações que foram veiculadas às polícias estão a ser tomadas com maior credibilidade, está a ser verificada a sua consistência e estão a ser motivo para desencadear um novo conjunto de investigações".

O advogado mostra-se, no entanto, cauteloso em relação a uma possível reabertura do caso Maddie.

"Caso a polícia, no quadro das investigações que faça, chegue à conclusão de que há pistas, indícios, elementos que possam colocar a investigação na senda dos responsáveis pelo que aconteceu, então, poderá ser suscitado junto do Ministério Público, com base nesses elementos novos, um pedido de reabertura do processo. Porventura, será prematuro estar já a antever este cenário.” 

Madeleine McCann desapareceu no dia 3 de Maio de 2007, do apartamento de férias da família, num complexo turístico na Praia da Luz, em Lagos, no Algarve.     

A menina britânica de três anos dormia juntamente com os dois irmãos gémeos, enquanto os pais, os médicos Kate e Gerry McCann, jantavam com um grupo de amigos num restaurante do 'resort' a cerca de 50 metros do apartamento.

    http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=25&did=53783

    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/pj-nao-reabre-caso-maddie

    Ausência de pistas sobre paradeiro da criança
    PJ não reabre caso Maddie

    A Polícia Judiciária não vai reabrir o caso Maddie, por não haver qualquer nova pista que aponte para o seu paradeiro.
    Fonte da Polícia Judiciária disse ao CM que o processo está, no entanto, a ser reavaliado, em colaboração com uma equipa de investigadores londrinos.
    A equipa é coordenada por Helena Monteiro, da PJ do Porto, e foi constituída há vários meses. Nada de novo porém foi detectado, de forma a ajudar a descobrir o paradeiro da criança. Esta é a segunda vez que a PJ pede a uma equipa "de fora" que analise o processo, de forma a perceber se houve qualquer pista que não foi seguida.

    http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=534114&tm=7&layout=122&visual=61

    Reabertura do caso Maddie está a ser reavaliada
    09 Mar, 2012, 08:16 / atualizado em 09 Mar, 2012, 08:16

    A reabertura do caso Maddie está a ser reavaliada, o processo está a ser reavaliado pela Polícia Judiciária do Porto e pela Scotland Yard. A equipa de investigadores foi constituída há vários meses. Mas até agora não foi detectado nada de novo que ajude a descobrir o paradeiro de Madeleine McCann. É a segunda vez que a PJ pede a uma equipa de fora que analise o processo, de forma a perceber se houve alguma pista que não tenha sido seguida.



    Enviar um comentário