sábado, 3 de março de 2012

a 1ª equipa da pj descredibilizada no tribunal mas.....

http://www.tvi24.iol.pt/aa---videos---sociedade/sentenca-rui-pedro-mae-filomena-pais-tvi24/1330062-5795.html

Dez dias depois de ser conhecida a sentença no caso Rui Pedro, os pais do menor desaparecido, falaram pela primeira vez de como tem sido difícil aceitar a absolvição de Afonso Dias. Numa entrevista à jornalista Ana Leal, criticam o coletivo de juízes.
Filomena Teixeira acusa um dos inspectores da polícia judiciária de assédio sexual (Rui A.: "O Seu Marido nunca reparou nos Seus olhos....")
Uma entrevista para ver na íntegra no Jornal das 8 de domingo, dia em que faz 14 anos que Rui Pedro desapareceu.








Família de Rui Pedro interpõe acção contra o Estado
Pais responsabilizam inspectores da Polícia Judiciária pela forma, alegadamente, negligente como foi investigado o desaparecimento do menor.
02-03-2012 23:30 por Marina Pimentel

Os pais de Rui Pedro, a criança desaparecida em Lousada, vão avançar com uma acção de indemnização contra o Estado português, revelou o advogado Ricardo Sá Fernandes ao programa “Em Nome da Lei” da Renascença.
Este domingo, 4 de Março, passam 14 anos exactos do desaparecimento e os pais responsabilizam também os inspectores da Polícia Judiciária pela forma, alegadamente, negligente como foi investigado o desaparecimento do menor.
“Posso antecipar que nós iremos colocar uma acção contra o Estado e contra estes concretos inspectores da Polícia Judiciária, pelos danos que causaram, pelo facto de, designadamente relativamente à Alcina Dias, tendo a possibilidade de a ouvir e de a inquirir, não o terem feito”, argumenta Ricardo Sá Fernandes.
A eventual indemnização que a família Mendonça vier a receber reverterá para a Associação de Crianças Desaparecidas criada por Filomena Teixeira, a mãe de Rui Pedro.
Além da acção cível contra o Estado e os investigadores da Polícia Judiciária, o advogado Ricardo Sá Fernandes promete apresentar uma queixa-crime contra João Rouxinol, antigo inspector-chefe da Judiciária, por favorecimento pessoal.
Ricardo Sá Fernandes acusa João Rouxinol de ter feito à comunicação social declarações desmentidas pelos próprios elementos que estão no processo, apenas para limpar o seu nome das acusações que entretanto surgiram na comunicação social.
Ricardo Sá Fernandes promete também avançar com um recurso da decisão do tribunal de Lousada que absolveu o motorista Afonso Dias do crime de rapto do menor Rui Pedro. O recurso será entregue até ao final do mês.
O caso Rui Pedro é o tema em debate na edição desta semana do programa em “Em Nome da Lei” da Renascença,  que vai para o ar, este sábado, depois do meio-dia.


Enviar um comentário