quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Sara- outra Vida Sem Defesa.

Não é uma questão de apoiar o que a Sara fez, mas de apoiar a Sara. Ela está arrependida e quer pagar pelo erro para poder recomeçar", acrescentou.








Ao sair do tribunal, Sara sorriu para a mãe, que lhe gritou: “Gosto muito de ti, filha!”


http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/actualidade/sara-norte-fica-16-meses-na-cadeia-com-video



Sara Norte foi ontem condenada em Espanha a 16 meses de prisão efectiva por tráfico de droga, sentença que resultou de um acordo entre Acusação e a Defesa.

Por:João Mira Godinho
A ex-actriz, de 26 anos, que já tinha sido condenada a 14 meses de prisão naquele país também por tráfico, confessou o crime. Por outro lado, as autoridades espanholas tiveram ainda em conta o facto de a jovem ser uma figura mediática em Portugal e a doença da sua mãe, Carla Lupi, que sofre de cancro.
"A Sara foi julgada e condenada a 16 meses de cadeia", revelou a mãe, num curto comunicado lido à porta do tribunal, após a jovem ser levada para o Centro Penitenciário de Botafuegos, em Algeciras, onde vai cumprir a pena. A este período são ainda somados quatro dias, que poderão ser convertidos numa multa de 800 euros.
Carla Lupi foi a única familiar que se deslocou a Espanha e ainda viu a filha quando esta chegou ao Palácio da Justiça de Algeciras, pelas 09h15 locais (08h15 em Portugal). A meio da manhã, Carla Lupi acabou por conseguir entrar no edifício, onde esteve junto de Sara até ser conhecida a sentença, cerca das 13h30.
Quando a filha saiu, Carla Lupi empoleirou-se no muro e gritou bem alto: "Gosto muito de ti, filha". Sara, que sorriu até entrar no carro da polícia, colocou a mão no vidro da viatura, em gesto de ‘adeus'."Não chores mãe", afirmou a jovem, que acabou também por chorar.
"Consegui estar com a Sara. Ela está calma, tranquila. Não é uma situação agradável, nem nunca será, mas ela está com força, com vontade de começar uma vida nova", explicou, depois, já mais calma, Carla Lupi. "Estamos prontos a pagar pelo que foi feito. Não é uma questão de apoiar o que a Sara fez, mas de apoiar a Sara. Ela está arrependida e quer pagar pelo erro para poder recomeçar", acrescentou.
Recorde-se que Sara foi detida em Tarifa com cerca de 800 gramas de haxixe no estômago, a 6 de Fevereiro. A jovem trazia a droga do Norte de África e, ontem, na audiência em tribunal, garantiu que o fazia por conta própria, sem qualquer ligação a redes.
A pena anterior, de 14 meses, foi-lhe aplicada exactamente pelo mesmo crime e no mesmo local. Na ocasião, transportava 745 gramas de haxixe. A pena estava suspensa por dois anos mas, entretanto, Sara reincidiu.
EX-ACTRIZ PREFERE CUMPRIR PENA EM ESPANHA
Foi a própria Sara Norte que disse preferir cumprir a pena em Espanha, confirmou a mãe, Carla Lupi, após a filha ser levada para o Centro Penitenciário de Botafuegos. Sara podia pedir para cumprir a pena em Portugal, mas não quis.
Na origem da decisão da actriz estará o receio de que nas penitenciárias nacionais, por ser uma figura mediática, pudesse vir a ser mal recebida pelas outras reclusas. Por outro lado, e segundo a mãe, Sara tem estado tranquila e serena na prisão espanhola, optando, por isso, por lá continuar. Se, eventualmente, passar para o regime livre, o que é possível ao fim de dois terços da pena, a jovem passará a fazer um dia-a-dia normal, indo apenas para a prisão à noite, para dormir.
CÔNSUL PROMETE APOIO DURANTE PERÍODO DA PENA
Além da mãe, Sara Norte também contou ontem com o apoio do cônsul português na Andaluzia. Após ser conhecida a sentença, Paulo Mesquita garantiu à Comunicação Social que irá apoiar a ex-actriz "naquilo que for possível" enquanto esta estiver a cumprir pena em Espanha. "Como fazemos com todos os portugueses", frisou. O cônsul escusou-se a comentar o caso em concreto ou a pena aplicada a Sara.
Enviar um comentário