domingo, 27 de fevereiro de 2011

Rui Pedro



Pode ser que, a partir de agora, se saiba o que realmente aconteceu ao meu filho", disse, ao JN, a mãe de Rui Pedro, o rapaz desaparecido há 13 anos em Lousada, reagindo à notícia divulgada este sábado de que o Ministério Público acusou Afonso Dias de crime de rapto do jovem.

"Estou na expectativa para ver o que vai acontecer", referiu Filomena Teixeira, confirmando que foi notificada hoje da acusação do Ministério Público.

Para Manuel Mendonça, pai de Rui Pedro, a decisão do Ministério Público vem "reforçar a ideia" que "tinha desde o primeiro dia". "É mais uma etapa", disse ao JN Manuel Mendonça, para quem "a esperança de encontrar o filho é "sempre a última morrer". "Enquanto eu não vir o meu filho morto, ele está vivo", diz.


http://www.jn.pt/PaginaInicial/Policia/Interior.aspx?content_id=1794158

vídeo









A mãe de Rui Pedro, o jovem que há treze anos desapareceu em Lousada, reagiu este sábado à decisão do Ministério Público de acusar Afonso Dias pelo rapto do jovem, afirmando estar na expectativa de que este passo traga mais informações.

«Pode ser que, a partir de agora, se saiba o que realmente aconteceu ao meu filho», afirmou ao Jornal de Notícias a mãe de Rui Pedro. «Estou na expectativa para ver o que vai acontecer», acrescentou Filomena Teixeira.

«Realmente, 13 anos é bastante tempo, mas costuma-se dizer que mais vale tarde do que nunca», disse, em declarações ao jornal, confirmando a notificação do MP.

Afonso Dias, o principal suspeito no caso Rui Pedro e apontado por vários testemunhos como a última pessoa a estar com o jovem no dia do seu desaparecimento há treze anos atrás, foi este sábado acusado do crime de rapto.



Afonso Dias, camionista, na altura com 21 anos, foi a última pessoa a ser vista com Rui Pedro em Lousada, que desapareceu a 4 de Março de 1998.

Desde esse momento que era interrogado pelas autoridades sobre o desaparecimento do jovem, reclamando sempre inocência. Em 1999 foi constituído arguido.

Entre vários testemunhos ouvidos pela Polícia Judiciária está o de uma prostituta que afirmou ter sido paga por Afonso Dias para ter relações sexuais com o menor.

http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/rui-pedro-principal-suspeito-do-desaparecimento-acusado-de-rapto

MP avança com acusação no caso Rui Pedro



........ A acusação do DCIAP baseia-se em testemunhos de pessoas que viram Rui Pedro no dia do desaparecimento, apresentando uma reconstituição dos seus últimos movimentos na companhia de Afonso Dias. Um dos testemunhos é de uma prostituta que afirmou ter sido paga por Afonso Dias para ter relações sexuais com o menor no dia 4 de Março de 1998. Porém, dado o estado em que Rui Pedro se encontrava, "muito nervoso", descreveu, decidiu não consumar o acto, devolvendo o menor a Afonso. A partir deste momento, nunca mais ninguém viu o jovem.

http://aeiou.expresso.pt/suspeito-acusado-de-rapto-do-jovem-rui-pedro=f634678









Enviar um comentário