domingo, 24 de outubro de 2010

G.A. na Sic . transcrição português (acessibilidades)














A transcrição que me foi possível fazer , em português. Aconselho a irem ao link da Companhia das Manhãs, pois a parte final não consta aqui mas são as palavras acerca do dia feliz, das emoções e dos apoios da Família.

" Rita Ferro Rodrigues (RTR) entertainer

Another entertainer (boy) AE .

Hernâni Carvalho ( HC)

Paulo Pereira Cristovão (PPC)

Paulo Sargento (P.S.)


RFR: qual a razão que te fez estar aqui hoje?

HC. - Porque é uma pouca vergonha de proibir um homem contar como é que trabalhou . Podem não gostar do Inspector Goncalo Amaral , pode, inclusivamente , não se gostar da metodologia que utiliza, mas não se pode proibir um homem de falar da sua vida. O Caso Maddie foi dirigido pelo Inspector Gonçalo Amaral , portanto ele contar isso em livro é um direito; c contar o que está no processo em livro era um segundo direito . Proibi-lo e tirar-lhe o pão da boca , não é num País Democrático, uma coisa com normalidade. Já para não dizer mais nada. Proponho que vejas uma reportagem que fizemos:

G.A. é um dia feliz, um dia que considero importante pois não podemos defender um Estado Democrático , quando permitimos que a liberdade de expressão seja
coarctada como foi no meu caso.

A reacção das Minhas Filhas , que muito têm passado, e quando souberam da decisão , foram elas as primeiras a saber, elas choraram. Mas, choraram de alegria.
Nestes 13 meses em que fui remetido ao silêncio , acerca desta matéria, em que fui humilhado, em que toda a minha Família teve os bens arrestados, a devassa da minha vida privada e de toda a minha Família , que nos levaram praticamente à miséria.
Esse desaparecimento, até à minha saída da Polícia, eu era um elemento interventivo até à minha saída da Polícia Judiciária… depois a minha vida mudou de forma radical.
Passei de uma situação estável, confortável para uma situação muito débil, pondo em causa até a própria sobrevivência da minha Família.
Mantenho um desejo e tenho a certeza que é uma investigação que será reaberta proximamente.

Hoje em dia não tenho dúvidas , foi arquivada por vários motivos, principalmente por pressões políticas vindas de UK; disso não tenho dúvidas.
A investigação será reaberta e avançará e far-se-á justiça. É o que nós queremos.

Há centenas de indícios , indícios sobre um determinado acontecimento . E é esse determinado acontecimento que há certas pessoas que não o aceitam. Querem oculta-lo .

Voz off:

Como é que sobrevive ( ruído) a tudo isto?

GA. - como ? Com muito apoio! (02:19 segundos ) Muito apoio de Amigos, de Família, e com muito amor e carinho dentro da própria família. Não é fácil.
Garanto-lhes e não desejo a ninguém que passem por aquilo que eu…. principalmente a minha família tem passado . E tenho muitas dúvidas que aquele casal seja tão feliz e tão católico como diz.

RFR- independentemente do que todos nós, pelas nossas convicções, do que podemos pensar sobre o Caso Maddie , é que é um caso de liberdade, é um caso de liberdade de expressão e compreende-se a emoção de GA ….


H.C. Eu não aceito esta emoção. O Estado( Governo) é responsável por isto , o Governo Português . Esta emoção carrega 30 anos de carreira , exemplares. Não tenho conhecimento de o Inspector Goncalo Amaral ter sido punido ao serviço do País , como alguns arautos da Nação dizem : " ao serviço da Pátria" . Este , com todos os defeitos que lhe possam pôr , esteve ao serviço da Pátria e muitas vezes
em sítios onde ninguém quis estar . E, portanto não sendo amigo íntimo do Inspector Gonçalo Amaral , é uma questão de Justiça estar aqui a dizer que o Senhor Inspector Gonçalo Amaral está à espera , no meu lugar eu estaria, do pedido de desculpas de um qualquer energúmeno que permitiu que isto acontecesse. Há algures no Estado ( voz off: foram muitos) alguém que permitiu que isto acontecesse. Ele limitou-se a publicar um livro sobre o seu trabalho . E o livro não tinha segredos, está baseado num processo . Que está arquivado o processo é público. 



Temos pena ( expressão que significa LAMENTO MUITO e não aceito) . É a verdade .

( interrupções dos entrevistadores)

HC: do que estamos a falar é como é que foi possível alguém de fora de Portugal

chegar aqui e cozinhar o que lhe apeteceu e ainda lhe pôs sal, pimenta, alhos, coentros e mais que fosse. É disto que estamos a falar. E, agora vê o resto pois tenho mais para te mostrar.

(vow off): como é que sente estas visitas do casal McCann?

G.A. - olhe, no dia em que isso a conheceu , em que a senhora (kate) esteve na Praia da Luz, no dia 2 de Outubro, há poucos dias, nesse dia eu fazia anos e também foi o dia em que me tiraram da chefia daqui, do Departamento de Portimão , onde corria a investigação. Eu fiz um comentário para a Minha Esposa ,

" estes senhores não fazem nada por acaso . Alguma coisa está para acontecer . O pai da Criança é um homem que é prático, um homem com decisões rápidas e tenho a noção sobre a senhora Kate de ter um problema em admitir determinados factos… o que aconteceu. O facto de lhes ter desaparecido uma Filha não lhes dá o direito de destruir seja qual for a Família.
Deixem-se de mentiras, não inventem, não simulem , não invoquem o nome de Deus , para fazer mal aos outros. Porque Deus está lá em cima e sabe o que se passa. O que lhes diria a eles é que , sinceramente, se querem ser tão cristãos, tão católicos , digo-lhes que de facto pratiquem o bem . E diria também que há
" mais marés que marinheiros", como se diz ( significa que as coisas poderão não ficar assim; que o poder pode passar).

H.C. (00:05:56)


H.C. - Paulo,(P.P.C.) bom dia! O que tens a dizer sobre isto ? Tu que foste da P.J. ( Polícia Judiciária) , que foste Camarada dele….

P.P.C . - ( Paulo Pereira Cristovão) E sou!

H.C. que conheceste os caminhos que ele trilha.

PPC- eu gostava de , Hernâni isto é uma coisa muito pessoal…., gostava de perguntar aos senhores do Departamento Disciplinar da Polícia Judiciária , que condenaram o Coordenador Gonçalo Amaral , já na sua reforma, por violação do dever de reserva por ter escrito este livro , o que é que eles têm a dizer sobre isto?
Num momento em que aparece um Tribunal da Relação que diz não, não sobre a proibição e que tem todo o direito de meter aquele livro cá fora. A mim também o podiam ter feito, por alguma razão do destino não o fizeram quando escrevi o meu primeiro livro….

H.C. - acredita que , provavelmente , o processo , com novidades que estão para aí a vir ( aparecer) poderá ser reaberto ? Faz sentido ?

P.P.C. - Hernâni : pode fazer eventualmente sentido se tivermos elementos novos, elementos novos que de alguma forma permitam essa mesma reabertura. Mas , acima de tudo e, disseste há pouco tempo e bem, como é que permitimos que viessem pessoas de fora fazer cá um " cozinhado" . Mas também muitas pessoas cá dentro que contribuíram com condimentos para que GA fosse assado (queimado,cozinhado) em lume brando como foi, desculpem-me a expressão, como foi e sem ser protegido por rigorosamente ninguém , como tu bem sabes .
A não ser meia dúzia de Pessoas que o conhecem pessoalmente e o defendem publicamente. Mas é possível reabrir esse processo com novos elementos mas, acima de tudo está , como Gonçalo disse e bem : está acima de tudo, a vida dele em primeiro, o HOMEM Gonçalo Amaral , a Sofia, as Miúdas ( Filhas)

H.C. - arrestaram os bens todos……

P.P.C. - arrestaram-lhe os bens todos …estamos a falar de alguém……

H.C. - não viveste indignado estes tempos?

P.P.C. - vivi muito (emoção) ( HC tossiu e PPC diz mais alguma coisa que não consegui entender)

H. C. - Paulo Sargento : vai acontecer qualquer coisa de novo…. a Maya ( astróloga- uma brincadeira) telefonou-me a dizer que vai . O que lhe pergunto é:
o Senhor que acompanha isto tão empenhadamente , qual a razão por ninguém em UK não ter apresentado qualquer queixa ?

P.S. - pois, isso é um fenómeno muito estranho. A primeira coisa que eu queria fazer era enviar um abraço para Gonçalo Amaral e dizer-lhe finalmente que há um primeiro sinal de viragem de todo este processo . Porque este reconhecimento, digamos, pela lei portuguesa , deste Processo é, digamos, uma borracha que tenta apagar uma mácula ( nódoa, mancha) grande a qual tem por detrás uma série de problemas. O primeiro dos quais , estava aqui o Paulo (PPC) a falar da reabertura do Processo ,



 é perceber o que é que o senhor Procurador de Évora está à espera para, digamos, colocar cá fora as novas diligências que foram propostas , algumas dessas diligências foram propostas porque não foram exactamente efectuadas no âmbito do processo.


E há , pelo menos duas questões , as quais , do ponto de vista criminal, são muitíssimo relevantes para serem avaliadas. 


( primeira questão).

Ponto número dois ( segunda questão): também, já agora, gostava de perceber e no âmbito deste processo específico , três coisas.



A primeira das quais , porque é que o Senhor Ministro da Justiça tem lá quatro maios e uma carta registada onde se pergunta, Senhor Ministro da Justiça ( olha de frente para a câmara) porque é que….

H.C. - não vem dizer mal para aqui dos Ministros?

P.S.- não !
H.C.- bem, bem….. (00:08:59) (cínico, brincadeira,)

RFR.- mas pergunte directamente!

P.S. - queria perguntar ao senhor Ministro , porque também o fiz ao Senhor Ministro da Administração Interna, que teve o cuidado de me responder e de reenviar ao Senhor Ministro da Justiça, e que NÃO respondeu à questão fundamental, que é " qual a razão do casal McCann que levou este casal a entrar duas vezes consecutivas, no âmbito deste Processo, pela porta dos Juízes? " . Ora, ….

H. C. -Ora aí está uma grande pergunta e agora mas agora propunha que terminássemos com as palavras do Inspector Gonçalo Amaral. ( 00:09:23)

R.F.R.- acabemos o programa com as palavras de Gonçalo Amaral.

G.A. - É um dia feliz, um dia que considero importante não podemos defender um sistema democrático quando permitimos que a liberdade de expressão seja coarctada ( limitada, anulada) como foi no meu caso. Pela reacção das Minhas Filhas, elas foram as primeiras a saber, elas choraram mas choraram de alegria .
Neste treze meses em que fui remetido ao silêncio acerca desta matéria , em que fui enxovalhado ( humilhado, insultado,difamado) ........ "
Enviar um comentário