quarta-feira, 20 de outubro de 2010

exercer a liberdade devolvida




Discurso Directo

“Pondero exercer a liberdade devolvida”


Gonçalo Amaral, Ex-Coordenador da PJ sobre o levantamento da proibição ao livro ‘Maddie - A Verdade da Mentira’.
0h30
Por:Paulo Marcelino

Correio da Manhã – O que sentiu ao tomar conhecimento da decisão do Tribunal da Relação de Lisboa, que levantou a providência cautelar interposta pelo casal McCann ao livro?
Gonçalo Amaral – Tive uma sensação de liberdade e a certeza de que a democracia saiu reforçada.
– Que efeito teve em si a decisão de primeira instância, há um ano, de proibir a venda do seu livro e impedi-lo de falar publicamente sobre o caso?
– Pesou muito sobre mim e sobre a minha família. Teve efeitos muito nefastos e os danos ainda estão a ser apurados. Foi muito violento.
– Vai voltar a falar sobre o caso?
– Pondero exercer o direito de liberdade que me foi devolvido.
– O livro vai voltar a ser posto à venda?
– A editora vai de imediato recuperar os livros apreendidos para os pôr nas lojas. E vamos ponderar outras iniciativas, nomeadamente a publicação em Inglaterra.
– Qual o reflexo desta decisão no processo de indemnização?
– Tem um efeito importante porque a fundamentação dos requerentes na acção principal é igual. Pensamos em ganhar esta guerra entre a verdade e a mentira.
Enviar um comentário