terça-feira, 14 de setembro de 2010

impediram Gonçalo Amaral de se defender

...... "pois o que temos é um homem condenado pelo testemunho das mesmas vítimas que acusaram um ex-deputado, ilibado pelas mesmas pessoas que agora impediram Gonçalo Amaral de se defender.

Continuo a acreditar que tanto este caso como o da menina Joana podem ter sido feitos para descredibilizar a justiça portuguesa e a PJ em particular e tanto Gonçalo Amaral como até os McCann estarem a falar do mesmo mas de modos diferentes e se os irresponsáveis que impediram a investigação tivessem deixado, ter-se-ia descoberto tudo ou pelo menos algo que nos desse uma explicação. Mas claro, descredibilizando a PJ neste caso, qual seria a moral da PJ e em particular do MP para acusar noutros casos de natureza semelhante e envolvendo crianças ?" 




A (in)justiça deste país enoja-me cada vez mais:

Enviar um comentário