domingo, 8 de agosto de 2010

Casas com mortes inexplicadas. Quem as quer?




http://www.bolsadearte.com/gravura/expo_goeldi/sala3.htm


http://joana-morais.blogspot.com/2010/08/mccann-nobody-wants-to-live-in-houses.html

em inglês na ligação acima indicada. em português:

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/Interior.aspx?content_id=1636592

" Praia da Luz


Ninguém compra o apartamento de Maddieddie

por JOSÉ MANUEL OLIVEIRA

O imóvel, pertencente a uma inglesa, foi colocado à venda, em 2008, por 200 mil euros, mas só tem havido interessados em vê- -lo por curiosidade. Excursões desde o Norte do Pais chegaram a incluir o local nos seus programas. O apartamento nº. 5 A do resort The Ocean Club, situado na Praia Luz, no concelho de Lagos, de onde a inglesa Madeleine McCann, de três anos, desapareceu misteriosamente na noite de 3 de Maio de 2007 quando passava férias com os pais e os dois irmãos, também menores, continua fechado e à venda, desde Agosto do ano seguinte por 200 mil euros, embora já não exista placa informativa no local. O mediatismo mundial em torno do caso "não retira valor nem o dá" ao imóvel, de rés-do-chão e tipologia T2, localizado a cerca de 200 metros da praia, dizem ao DN empresários do sector "



Homicídios
Ninguém quer viver em casas manchadas pelo crime

por JOANA CAPUCHO



............. " Moita Flores, especialista em investigação criminal, refere que a dificuldade na venda dessas habitações "está relacionada com a multiplicação do medo da morte, da violência, da ausência de alegria". "As pessoas têm medo de estar nos sítios onde os crimes aconteceram. Isto está relacionado com o pensamento mítico que ainda se mantém de que o fantasma da pessoa que morreu apareça e provoque estragos imensuráveis", esclarece Carlos Poiares.

Quando o suicídio ocorre em casa, a habitação também passa a ser mal olhada e, por isso, desvalorizada.

MORADIAS DE MORTE

Praia da Luz

Ninguém compra o apartamento de Maddie

O imóvel, pertencente a uma inglesa, foi colocado à venda, em 2008, por 200 mil euros, mas só tem havido interessados em vê-lo por curiosidade. Excursões desde o Norte do Pais chegaram a incluir o local nos seus programas. O apartamento nº. 5 A do resort The Ocean Club, situado na Praia Luz, no concelho de Lagos, de onde a inglesa Madeleine McCann, de três anos, desapareceu misteriosamente na noite de 3 de Maio de 2007 quando passava férias com os pais e os dois irmãos, também menores, continua fechado e à venda, desde Agosto do ano seguinte por 200 mil euros, embora já não exista placa informativa no local. O mediatismo mundial em torno do caso "não retira valor nem o dá" ao imóvel, de rés-do-chão e tipologia T2, localizado a cerca de 200 metros da praia, dizem ao DN empresários do sector imobiliário.

José Manuel Oliveira
...........

mais casas de mortes, para ler em :

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/Interior.aspx?content_id=1636593
Enviar um comentário